E aí pessoas queridas!!Como estão??
Primeiro post do ano e o assunto aqui é: economia. Se identifica? Então vamos lá!

No final do mês passado, durante as faxinas de final de ano, vi que vários produtos praticamente novos se perderam, pois ficaram vencidos. Achei importante abordar esse assunto aqui já que o blog também fala de beleza, compras, produtos e cosméticos.
Fiquei meio que chocada, quando vi que produtos bons, que eu gostava, estavam ali e eu não poderia usá-los porque estavam vencidos.
E por que estavam vencidos? Esse é o X da questão. E esse fato entrou pra lista de auto reflexões de ano novo.
Eles estavam vencidos por vários motivos.

 Os principais:
1-      Compra por impulso;
2-      Comprar só pra testar;
3-      Comprar sem avaliar realmente a necessidade;
4-      Ganhar e já ter igual ou parecido;
5-      Abrir o produto, não gostar tanto e não passar pra frente. (vendendo, doando etc);
6-      Enjoar e simplesmente encostar;
7-      Guardar e esquecer que tem o produto.

Nessa foto não tem nem a metade do que joguei  fora de setembro de 2015 até hoje.
#tudovencido #tudoprolixo #dinheirorasgado 


Com dó no coração vai tudo parar na lata do lixo.


Sei que tem gente que usa produtos vencidos, algumas vezes também já fiz isso e dependendo da situação até uso. Mas não recomendo. 
Primeiramente porque pode sim fazer mal a pele e tratando-se de maquiagem pesa mais ainda porque seria a pele do seu rosto, seus lábios, ou seus olhos. Já aconteceu de eu ter alguma irritação na pele ou nos olhos e depois perceber que estava usando um produto vencido. Coincidência ou não, melhor não arriscar.
E segundo porque caso surja algum problema e você precise de um retorno da marca, após o produto vencido o fabricante não tem responsabilidade  sobre os danos causados.

E o que estou fazendo pra evitar esse pequeno probleminha e as dores no coração:

1-      Priorizo o uso por data de vencimento. Lógico que tem aqueles produtos que você ama e pode vencer em 3016 que você vai querer usar hoje, mas dá pra tentar sim!
2-      Evito comprar o que já tenho muito. Por exemplo, você tem 10 blushes e viu um lindo que você-não-sabe-como-conseguiu-sobreviver-sem-até-agora. Se comprar, vai correr o risco de  muito provavelmente  usar umas duas ou três vezes e continuar respirando sem ele. E pior, vai acabar usando algum queridinho dos 10 que você já tinha em casa. 
3-      Com a deixa do item anterior, identifiquei meus queridinhos e estou usando até acabar, ou enjoar de verdade. Se você tiver vinte produtos para o mesmo fim, provavelmente tem os preferidos. Foque neles. Sobre os demais, se forem vencer logo  e você ver que não vai usar, desapegue! Venda, doe pras amigas ou até pra mulheres carentes.
4-      Só compro algum produto com a data de vencimento para no mínimo um ano após a data da compra. Não caio mais nas tentações de promoções que vendem produtos perto de vencer. Agora a primeira coisa que observo numa promoção é a data de validade do produto. Se tiver próximo, prefiro pular a promoção,  gastar alguns reais a mais e  usar o produto por mais tempo.
5-      Não compro mais só porque tá em promoção. (Ou pelo menos tento. Quem nunca?)
6-   Tento deixar maquiagens e cosméticos sempre ao alcance da visão. As vezes a gente guarda num armário, numa caixa, numa gaveta e quando vai ver já venceu, ou acaba comprando um igual porque simplesmente esquece que tem.
7-      Evito comprar pra testar. Acontece. Mas evito.
8-      Não compro quando estou triste ou Ryca.
9-      Só compro um perfume novo se eu amar muito, se ele me tombar.
10- Espero sentir que estou precisando de algo para pensar em comprar.
11- Penso em tudo que jogo no lixo vencido antes de comprar algo.
S2-E se eu souber que faz testes em animais, esqueço.


Essas são só algumas dicas que para mim funcionam na maioria das vezes.  Ainda cometo alguns deslizes, mas tento praticar uma compra mais consciente  hoje em dia, principalmente tratando-se de cosméticos e maquiagens.

Confesso que ainda preciso de muita reza contra a procura do lápis de olho mais preto e que menos borre, da sombra preta mais preta, da melhor máscara capilar para a minha juba e da base que deixe a pele mais perfeita antes de decretar falência.

Então é isso! Espero que esse post tenha ajudado de alguma forma.
Vamos praticar o consumo consciente gente.
Nos dias de hoje não é ser mão de vaca, é questão de consciência, economia, gestão de espaço, otimização do tempo, etc.



Beijos e até mais!!


Um Comentário

  1. Ola! Gostei do seu Blog e tenho um Artigo para colaborar no seu Blog, faço divulgação na minha rede +2 milhões de acessos e te dou Link do meu blog. Não cobro! O que peço em troca peço é um link dentro do artigo para meu blog. Quer receber uma proposta para avaliação?
    prof.rosioliveira@gmail.com

    ResponderExcluir

Comente! Sua opinião é muito importante para o blog!